img_2

Não faltam exemplos de situações em que a perícia criminal foi decisiva.

Ainda estão frescos em nossa memória os acidentes aéreos da TAM, em São Paulo, da Gol com o Legacy,
em Mato Grosso e, mais recentemente, da queda do jato de Eduardo Campos.
Nos casos da Barragem de Algodões, no Piauí e do vazamento da Chevron, no Rio de Janeiro, a perícia foi essencial para a apuração das responsabilidades e dos impactos ambientais.
A exumação do ex-presidente João Goulart foi outro exemplo emblemático, assim como, a participação no esclarecimento de mortes como as de Mércia Nakashima, Isabela Nardoni e tantas outras.
Tragédias como a da Boate Kiss em Santa Maria e do Barco Imagination em Brasília, amplamente divulgados, também foram objeto do trabalho da perícia criminal.
Enfim, em milhares de casos, os peritos criminais têm ajudado a apurar autorias e esclarecer a dinâmica dos fatos. E são esses fatos que seguirão se sucedendo e gerando uma demanda cada dia maior do trabalho
dedicado, científico e imparcial dos nossos peritos criminais.